" Paz das montanhas, meu alívio certo! "

18/10/2012

Autonomia no Gerês- Dia da partida




Gerês, 10 Julho de 2012

Neste dia acordámos bem cedo, com aquela sensação menos agradável a qualquer amante destes momentos únicos, o de arrumar tudo e partir deixando para trás as montanhas que nos receberam tão bem nestes dois últimos dias! E é sempre com uma alma preenchida e leve que paro e olho para trás, sentindo  ainda em pleno local saudades  e vontade de  regressar...











Para a frente tem de ser o nosso caminho! A manhã estava linda e lá seguimos calcorreando montanha abaixo, tranquilamente, com paragens constantes apreciando todos os pormenores como se da primeira vez se trata-se.








Para que tudo podesse acabar na perfeição, só faltava mesmo conseguir cruzamo-nos com o companheiro Callixto e a sua cara metade, que nesse dia viriam supostamente de Pinhô.

Depois do curral Padrolã, fomos brindados com uma  aparição empolgante!! Uma raposa!! Uma grande,  linda e castanha raposa, a correr um pouco acima de nós, trepando a montanha e desaparecendo tão rápido quanto surgiu!!! Ficámos tão atónitos que nem fomos o suficientemente rápidos para fotografa-la. Foi um curto e rápido momento, demasiado precioso para desviar os olhos de um animal, que embora se possa ver frequentemente em outros locais, raras são as visões na montanha, apenas os seus vestígios.




E pouco depois desta abençoada aparição, outro fantástico momento surgiu mais à frente a caminho de Pousada! Um casal caminhava na nossa direcção, e já um deles erguia os braços acenando!
" São eles! Dizíamos um para o outro, com certeza que são eles!"
Callixto seguido de sua esposa logo atrás, titular do blogue por Fragas e Pragas , já comentava qualquer coisa do género "combinado não teria sido melhor!".
Orion já se tinha cruzado com este simpático casal  há um ano atrás, enquanto eu tinha ficado em casa a recuperar de uma maldita quebra num osso do pé! Mas desta vez estava de perfeita saúde, eufórica por finalmente poder conhecer pessoalmente um dos seguidores deste espaço que partilha da mesma paixão que a nossa!


Ficámos para cima de uma hora, a contar as nossas aventuras, desejava falar de tanta coisa, mas acima de tudo ouvir as experiências deste casal que optou por seguir o seu caminho e saborear a vida ao seu máximo. Que os Deuses e todos os Astros permitam que eles possam usufruir, o maior tempo possível de vida com saúde, alegria e sabedoria!





E foi com alguma tristeza que tivemos de nos separar, mas os nossos rumos agora eram bem diferentes! Nós partimos rumo a Fafião e eles subiriam as imponentes montanhas, tal como nós dois dias antes!
E pudéssemos nós recuar naquele preciso momento e fazer o mesmo... novamente...se pudéssemos!!
Tal como diz a música: " Ó tempo volta para trás..."
Mas como o tempo não volta, há que acompanha-lo no mínimo, tentar retê-lo ao máximo, nestes e noutros momentos da vida tão preciosos.




4 comentários:

  1. Lírio, obrigado pela referência ao nosso encontro, que também nós não esqueceremos. Foram momentos mágicos, a tal mais de uma hora passou sem que dela déssemos conta. Ler agora o teu relato foi reviver, não só o encontro, também aqueles três dias fantásticos naquela serra fantástica!
    Bem hajam ... e havemos de nos encontrar mais vezes ... nas "fragas e pragas" da nossa paixão pela montanha.

    ResponderEliminar
  2. Amigo Callixto, uma hora foi muito pouco mesmo!! Havemos de ter mais momentos mais longos, temos tanto para aprender com as vossas experiências, para além de serem uma boa companhia e um casal exemplar!!
    É sempre muito bom reviver os bons momentos :)

    Da nossa parte, um grande abraço para ambos.

    ResponderEliminar
  3. Passei para dar uma vista de olhos no teu blog... Aproveitando para te desejar uma boa semana e deixar-te com um ENORME beijinho cheio de carinho, ternura e cumplicidade :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada minha Linda!!
      O mesmo te desejo a duplicar :)

      Eliminar