" Paz das montanhas, meu alívio certo! "

09/09/2011

Maceira-Alvas-Carris de Maceira

 

Quanto ainda me falta conhecer desta vasta Serra!!
A Costa da Maceira, mais um local de muitos que ainda me falta explorar e saborear, e lá fomos nós realizar mais uma calcorreada, das poucas que conseguimos concretizar no mês de Agosto.


 




Seguindo o rio Maceira sempre na direcção de pé posto, surpreendeu-me mais uma vez a verdura e as  espécies variadas existentes que nos acompanhavam nas primeiras centenas de metros do trilho! A melodia sentia-se num molde fresco e deleitoso e tudo me distraía e  me concentrava  simultaneamente.

Havia Teixos !!!

Lindo este Teixo!!Olhem só!!!
E eu no meio da imensa verdura!! Só mesmo neste Gerês!
Baga do teixo



Passámos por uma abrigo básico, e mais adiante lá estava o curral da Maceira com a respectiva cabana/abrigo ou forno, tal como é designada pelos vezeiros. Ali ficámos retidos por algum tempo e distraídos com os pormenores paisagísticos envolventes.



Orion afastou-se mais um pouco do curral para registos fotográficos e eu deliciei-me com as pedras rodeadas de urze ali existentes. Fomos seguindo o convidativo carreiro, mal sabendo que não seria propriamente por ali a forma mais fácil de seguir para subir a encosta! Bem mas isso já não é obstáculo para nós que gostámos dos desafios e dos terrenos  há muito não trilhados, terá sempre de haver uma solução!
Curral da Maceira



E assim foi, terminado carreiro,  tal gozo me desperta trepar encosta acima, coberta de pedras e vegetação Geresiana! Escusado será dizer que ando sempre toda arranhada…são as minhas medalhas!!


A “escalada” foi dura e exigia uma forma física moderada já para não dizer boa, coisa que não me faltava neste dia!!
Há medida que subíamos ia olhando para trás  parando de quando em vez para apreciar  a paisagem que me guardava as costas. Sereno! Fiel! Assim era aquele cenário de retaguarda!

Orion a Trepar!!
à beira do abismo...
Estão a ver alguém a delirar no meio das pedras?!


 



Já tinha perdido Orion de vista, sempre mais apressado, com o dever de palpar o que lhe vai surgindo pela frente! Os meus pressentimentos a calcorrear e seguir determinados sentidos estão cada vez mais apurados e sinto-me mais pertencente a esta terra do que qualquer outra existente.










 E quando parecia que chegando “àquela pedra” lá em cima, daria para ver o horizonte, já outras pedras nos aguardavam para mais galgar! Há serra !! Bela e surpreendente serra!

Pé de Medela e as Albas já se avistavam. Os nossos corpos já pediam alimento! Avançamos em direcção às Alvas com um simpático louva deus a fazer-me companhia. Avistei muitos neste dia!
Orion apressou ainda mais as passadas, e subiu as Albas extasiado! Acho que nunca o vi tão entusiasmado!
Já lá no alto chamava-me para ver as vistas espectaculares, enquanto que eu pousava o meu bichinho de companhia numa urze florida, e  lá subi.
Pé de Medela
Um Zoom da cabana de Carris da Maceira.
Ufa!  Era um nunca mais de parar de subir!!!

Alvas

Acabei por deixar o meu companheiro numa urze florida!

Não há dúvidas, as vistas são grandiosas! De lá se vê uma grande parcela da Serra do Gerês e também da Serra Amarela!

Prados Caveiros
Prados da messe

Ali ficamos a almoçar, num belo e exclusivo restaurante com umas vistas soberbas de fazer cobiça a qualquer ser mortal.
Lá em baixo nos prados da Messe alguém circulava na companhia de um fiel cachorro, vim mais tarde a confirmar que se tratava de mais um admirador do nosso querido Gerês titular do blog Portugal Nature.
No topo das Alvas!

Ali nas Albas ficaria por muito tempo, se pudesse, com o vento a acariciar-me a face e os meus sonhos congelados só para aquele momento

Fomos em direcção a Carris de Macieira pesquisar a zona que nos era totalmente desconhecida.  Para lá  há um trilho bem definido com mariolas.

E já pouco antes de chegar perto do próximo curral, ouvia-se o cantar do Vezeiro e o som de dezenas de bovinos que por ali pastavam!
Aproximámo-nos do vezeiro que estava em serviço naquele dia, cumprimentámos o mesmo e mais uma vez tivemos a restante tarde bem preenchida e cheia de histórias e sabedorias serranas, contadas em primeira pessoa pelo Sr. Severino da vezeira de Rio Caldo! Fantástico!



Seguimos com o mesmo até à  Albergaria, descendo a encosta da Maceira pelo trilho calcorreado, o suposto que deveríamos ter subido no início, fazendo uma paragem no fresco curral da Maceira durante um bom bocado, e ouvindo as variadas e longas histórias e peripécias curiosas que o simpático e educado Sr. Severino partilhou connosco.

Forno actual de Carris da Maceira


Admirei a sensibilidade deste vezeiro, senti que o mesmo gostava mesmo do que fazia e adorava aquela serra, acabei por o confirmar lá mais para o fim, dizendo-me que gostava sim muito daquilo, e que " tudo que vem da serra não faz mal ". Já viu lobos, uma vez teve um bem perto dele, atrás das suas costas enquanto comia um bocado de bacalhau!
Ó Sr. Severino, os lobos não fazem mal às pessoas?! perguntei-lhe... " Ah! os lobos têm tanto medo de nós como nós deles!! "

Primeiro forno construído no curral de carris da maceira

Licranço

Sr. Severino chegou em tempos, a passar as noites neste pequeno forno. Era muito duro quando chovia, pois as águas escorriam e penetravam para dentro !!!...( que desconforto)

Ficaram connosco as memórias das verdadeiras histórias e vivências dos homens da montanha, contadas em primeira pessoa por este sensato e simpático homem, que nos ensinou finalmente a conhecer as famosas uvas do monte!
Um bem haja para este Vezeiro e todos os que lhe seguem os passos!!

Uva do monte


6 comentários:

  1. Uau Magnifico relato...belissimas fotos...
    Obrigado por partilhar estes momentos mágicos...
    Abraço e continuação de boas caminhadas...

    ResponderEliminar
  2. Oh minha querida Lirio, é tão bom ler-te e ver essas tuas fotos, essas tuas passagens. Mas da proxima vez pergunta, porque ha trilho directo desde ca de baixo até as Albas, todo ele mariolado. E temos de caminhar neles para os manter, lembras-te?
    Todo esse percurso é magnifico. Sei que estiveste com a vezeira do Ferral, ja vi algumas fotos... Saudades que tenho tuas!

    Beijo muito grande e um abaraço muito forte.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada David!
    É sempre um grande prazer da minha parte, partilhar todos estes momentos, e contribuir para aumentar os sorrisos dos outros!

    Boas caminhas para ti também e um grande abraço :)

    ResponderEliminar
  4. Olá amiga Angel!!!!

    Já sei que tudo conheces :) e não te preocupes que sempre que poder, irei calcorrear sempre que possível as " nossas montanhas ".

    Nós também gostámos da novidade e aventura
    (aquela adrenalina especial), mas sabes que até não seguimos mal no início...o Vezeiro acabou por confirmar que por lá já tinha sido um trilho em tempos, só que já não queimavam aquilo há mais de 20 anos. De facto deu para perceber que já tinha passado por lá uma bela queimada!

    Cada vez mais percebo porque seguis-te os caminhos com alguns pastores, ninguém melhor que eles para conhecermos o Gerês no seu melhor!!

    Sim, estive na Vezeira de Ferral e nem imaginas o quanto adorei!!!Pena não poderes ter comparecido, ias gostar muito!!
    Em breve publicarei neste meu espaço...

    Um grande abraço saudoso:)

    ResponderEliminar
  5. Olá Lirio,
    Subir o trilho do vale do rio Maceira em direcção aos Carris de Maceira e Albas não está ao alcance de qualquer um....É uma alegria ver o quanto descobres no Gerês.Já tive oportunidade de o fazer no inverno e com neve...é sublime...
    Abraço,
    João Dias

    ResponderEliminar
  6. Olá João!

    Verdade!Como digo sempre, há muitos locais no Gerês que não são para qualquer um...e cá entre nós ( ainda bem ),já basta a saturação de trânsito na Mata da Albergaria e outros sítios mais!!E depois há sempre gente que deixa lixo e marca o seu território em tudo quanto é sítio...
    este pode ser o meu lado egoísta a revelar-se, mas mais valem poucos e bons a respeitarem este lindo paraíso!!
    Acho que vou passar uma vida inteira a descobrir o Gerês!!Tem sempre muitas surpresas boas :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar